quarta-feira, 23 de março de 2016

[GALERIA DE FOTOS] De frente com Gabi Herpes, Xuxa revela: "Quem vai dizer se devo parar ou não é o público."

POR: R7

Foto: Blad Meneghel

Xuxa Meneghel desta segunda-feira (21) começou de um jeito bem diferente: quem estava no comando era Gabi Herpes! A personagem interpretada pelo humorista Wellington Muniz, conhecido como Ceará, fez uma entrevista histórica com Xuxa. A loira falou sobre a carreira, deu detalhes da intimidade e, quando questionada sobre os planos para o futuro, afirmou: "Quem vai dizer se devo parar ou não é o público". Acompanhe a entrevista!

Foto: Reprodução/Rede Record
Gabi Herpes: Você coleciona mais de 30 anos de carreira trabalhando como apresentadora, atriz, modelo, cantora, empresária. Você imaginava que tudo isso pudesse acontecer na sua vida?

Xuxa: Na realidade, não. Comecei sendo modelo, depois apresentadora e as coisas aconteceram

Foto: Reprodução/Rede Record

Você começou como apresentadora na TV Manchete, em 1983, com o Clube da Criança. Falaram que você tinha que escolher entre ser modelo ou apresentadora, e você escolheu a carreira na TV.
— Isso é verdade. A decisão foi minha. Fiquei com medo de gostar mais da televisão do que a televisão de mim. Sempre quis trabalhar com criança e fiquei apaixonada no primeiro olhar

Foto: Reprodução/Rede Record

Você é uma das maiores defensoras das crianças no Brasil. Trabalha com instituições e está sempre envolvida. Como você sentiu vontade de cuidar dos nossos pequenos?
— Foi com o trabalho na televisão que fui vendo as necessidades delas. Vi que as crianças precisavam ter voz, elas não são ouvidas

Foto: Reprodução/Rede Record

Os brasileiros te amam muito, mas você também já apresentou programas e fez sucesso em outros lugares do mundo. Qual país você acha que tem um amor parecido com o do nosso público? 
— Preciso deixar bem claro que tudo começou aqui no Brasil. Mas, sem dúvida nenhuma, o país que me recebeu de braços abertos e me recebe até hoje é a Argentina 

Foto: Reprodução/Rede Record

A gente vive um momento muito sério com os problemas causados pelo aedes aegypti. Hoje, você contrataria o Dengue (personagem do Xou da Xuxa) para trabalhar contigo?
— Menino, você imagina que eu já falava sobre a dengue naquela época? Quando fiz a brincadeira com a doença daquela época, não sabia que ela iria virar uma zika tão grande hoje em dia e ter esse problema todo. É horrível saber que esse mosquito pode derrubar tanta gente e até tirar vidas. 

Foto: Reprodução/Rede Record

Você tem saudade do público infantil? Quem te deu o apelido de Rainha dos Baixinhos?
— Não sei quem me deu. Acredito que foi quando entrei na Globo e as pessoas começaram a me ver de uma maneira muito carinhosa. Aqui no Brasil as pessoas falam rei do pagode, rei do futebol… Não sei se teve alguém, mas não abro mão desse título! 

Foto: Reprodução/Rede Record

E a transição de público infantil para o adulto. Foi você quem tomou essa decisão?
— Não. Eles que resolveram crescer e foram me acompanhando 

Foto: Blad Meneghel

Como você se vê daqui a alguns anos?

— Não me imaginava na televisão com essa idade, achei que ia parar com 30, no máximo 50 anos. E agora recebi esse prêmio de poder recomeçar numa nova casa. Só tem um ano que estou na Record. Então não quero botar data. Quem vai dizer se devo para ou não é o público. Não sei como será o futuro

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››